Portal da Cidade São João Del Rei

CULTURA

12 e 13 de julho: UFMG dá início ao 51º Festival de Inverno em Tiradentes

O tema ‘Memória: arte e patrimônio’ tem como proposta resgatar a riqueza do patrimônio imaterial e cultural construído dentro e fora da universidade.

Postado em 12/07/2019 às 13:23 |

Começou nesta quinta-feira o Festival de Inverno UFMG no Campus de Tiradentes, sob o tema ‘Memória: arte e patrimônio’, a edição 2019 do Festival acontece nas cidades de Belo Horizonte e Tiradentes. Com eventos gratuitos e oficinas a preços populares.

Em sua 51ª edição, o evento chega ciente da importância de acolher a pluralidade das manifestações artístico-culturais próprias da atualidade. A proposta se traduz em diversas experiências no campo das artes visuais, tradições, teatro, ciência, música e dança, que resgatam a riqueza do patrimônio imaterial e cultural construído dentro e fora da universidade. 

A ideia é que a contribuição do Festival seja “positiva e propositiva” para os debates fundamentais que tocam o grande tema do patrimônio e da memória.  

Nesta sexta-feira 12/07, em Tiradentes, durante a tarde, às 16h, o Jardim do Museu da Liturgia recebe o espetáculo teatral Samaúma ‒ O Espírito Sagrado da Floresta, que trata da natureza e da ancestralidade.

Em seguida, é hora de visitar o Quatro Cantos Espaço UFMG Cultural, que, às 17h, promove a Intervenção Memórias e Janelas - Um Diálogo. Mais tarde, às 18h, o local lança a exposição Dorothy Lenner - Memórias, que reúne objetos da atriz e bailarina. Por fim, a Sociedade Orquestra e Banda Ramalho se apresenta no espaço cultural com um repertório de músicas populares às 19h.

A programação completa do festival em Tiradentes:


𝟭𝟲𝗵 – 𝗘𝘀𝗽𝗲𝘁á𝗰𝘂𝗹𝗼 𝘁𝗲𝗮𝘁𝗿𝗮𝗹 𝗦𝗮𝗺𝗮ú𝗺𝗮 – 𝗢 𝗲𝘀𝗽í𝗿𝗶𝘁𝗼 𝘀𝗮𝗴𝗿𝗮𝗱𝗼 𝗱𝗮 𝗳𝗹𝗼𝗿𝗲𝘀𝘁𝗮

Realizada pelo Campus Cultural UFMG e pela Mostra de Artes Cênicas “Tiradentes em Cena”, a peça celebra a natureza, os conhecimentos indígenas e a ancestralidade, em uma criação da atriz e bailarina romena Dorothy Lenner, de 87 anos. Na encenação, Dorothy representa a Grande Mãe Terra, que ensina às crianças os valores e os saberes de respeito à natureza e ao sagrado. Duração: 40 min

Local: Museu da Liturgia – jardim

𝟭𝟳𝗵 – 𝗜𝗻𝘁𝗲𝗿𝘃𝗲𝗻çã𝗼 𝗠𝗲𝗺ó𝗿𝗶𝗮𝘀 𝗲 𝗝𝗮𝗻𝗲𝗹𝗮𝘀 – 𝘂𝗺 𝗱𝗶á𝗹𝗼𝗴𝗼

A abertura das intervenções nas janelas do Quatro Cantos Espaço Cultural contará com a presença dos criadores da intervenção: Maria José Boaventura, Gláucia Buratto de Melo e Márcia Gomes. As artistas falarão sobre a iniciativa, que busca um diálogo com a memória da cidade, abraçando os valores essenciais que compõem sua identidade. A intervenção, a céu aberto, poderá ser vista até 21 de julho. Duração: 40 min.

𝟭𝟴𝗵 – 𝗔𝗯𝗲𝗿𝘁𝘂𝗿𝗮 𝗱𝗮 𝗲𝘅𝗽𝗼𝘀𝗶çã𝗼 𝗗𝗼𝗿𝗼𝘁𝗵𝘆 𝗟𝗲𝗻𝗻𝗲𝗿 – 𝗺𝗲𝗺ó𝗿𝗶𝗮𝘀

A própria Dorothy Lenner estará presente em alguns períodos da mostra, que reúne objetos pessoais e de seu percurso artístico como atriz e bailarina. A exposição, que tem curadoria de Hideki Matsuka, é resultado de parceria entre o Campus Cultural UFMG e o festival “Tiradentes em Cena” e pode ser visitada até 31 de agosto. Duração: 3h.

Local: Quatro Cantos Espaço Cultural

𝟭𝟵𝗵 – 𝗔𝗽𝗿𝗲𝘀𝗲𝗻𝘁𝗮çã𝗼 𝗺𝘂𝘀𝗶𝗰𝗮𝗹 𝗦𝗼𝗰𝗶𝗲𝗱𝗮𝗱𝗲 𝗢𝗿𝗾𝘂𝗲𝘀𝘁𝗿𝗮 𝗲 𝗕𝗮𝗻𝗱𝗮 𝗥𝗮𝗺𝗮𝗹𝗵𝗼

A Sociedade Orquestra e Banda Ramalho se apresenta em frente ao Quatro Cantos Espaço Cultural, com um repertório de músicas populares. O momento festivo destaca a importância das bandas como patrimônio cultural, imaterial e prática social no local onde se inserem. É o caso da Banda Ramalho, que há mais de um século entoa suas melodias por Tiradentes. Duração: 30 min.

Local: Quatro Cantos Espaço Cultural

>>> 13 𝘿𝙀 𝙅𝙐𝙇𝙃𝙊 – 𝙎Á𝘽𝘼𝘿𝙊

𝟵𝗵 – 𝗩𝗶𝘀𝗶𝘁𝗮 𝗴𝘂𝗶𝗮𝗱𝗮 à 𝗲𝘅𝗽𝗼𝘀𝗶çã𝗼 𝗠𝗼𝗱𝗲𝗿𝗻𝗶𝗱𝗮𝗱𝗲 𝗱𝗲 𝗥𝗼𝗯𝗲𝗿𝘁𝗼 𝗕𝘂𝗿𝗹𝗲 𝗠𝗮𝗿𝘅 𝗲𝗺 𝗧𝗶𝗿𝗮𝗱𝗲𝗻𝘁𝗲𝘀 𝗲 𝗮𝗼𝘀 𝗽𝗿𝗼𝗷𝗲𝘁𝗼𝘀 𝗽𝗮𝗶𝘀𝗮𝗴í𝘀𝘁𝗶𝗰𝗼𝘀 𝗱𝗲 𝗕𝘂𝗿𝗹𝗲 𝗠𝗮𝗿𝘅

Luiz Cruz guiará a visita, que parte da exposição no Centro Cultural Sesiminas Yves Alves (Rua Direita, 168) e dirige-se, em seguida, aos projetos paisagísticos implantados em Tiradentes pelo artista Roberto Burle Marx. O roteiro passa pelo Largo das Forras, Largo das Mercês, Capela de Nossa Senhora das Mercês, Largo do Chafariz, Largo do Rosário, Matriz de Santo Antônio e, por último, pelo Largo do Sol. Duração: 2h.

Local: saída do Centro Cultural Sesiminas Yves Alves

https://www.ufmg.br/festivaldeinverno/programacao/?fdata=&fcidade=84



Fonte:

Deixe seu comentário